Dica do JP:


Últimas publicações

    Quanto vale o show?
     Dê uma nota para o JP!

    Indicamos!
     Twitter Jogos Perdidos
     Caminhões FNM








    JOGOS PERDIDOS: O futebol em sua essência!
     


    Um dia no Sul de Minas [parte 2]

    Opa,

    Continuando com a nossa fantástica saga do dia de ontem, parei o post anterior na parte em que estávamos nos dirigindo até a cidade de Santa Rita do Sapucaí, para acompanharmos a outra partida válida pela primeira rodada do grupo 1 do Mineiro da Segunda Divisão. O jogo foi entre a Santarritense Futebol Clube contra a Associação Recreativa Sul-Mineiro. Detalhe que esse TAMBÉM foi o primeiro jogo da história da equipe do Sul-Mineiro, que também é de Pouso Alegre.

    Folheto promocional distribuído pela cidade de Santa Rita do Sapucaí, convidando todos os seus habitantes para o jogão. Reprodução e scanner: Fernando Martinez.

    Por causa de nossa tour pelo estádio do Pouso Alegre FC, pegamos o último busão disponível para Santa Rita. Chegamos lá em cima da pinta para a partida, e no glorioso Estádio Coronel Erasmo Cabral, já solicitamos a famos entrada dentro de campo, para as fotinhos exclusivas. Legal que lá muito mais gente nos reconheceu por causa da matéria no EE. Ficamos lisonjeados com todas as palavras carinhosas e elogiosas que foram ditas para nós, e só temos a agradecer a todo mundo por lá.

    Santarritense FC - Santa Rita do Sapucaí/MG. Foto: Fernando Martinez.

    AR Sul-Mineira - Pouso Alegre/MG. A primeira foto oficial da equipe na sua história. Foto: Fernando Martinez.

    Trio de arbitragem com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

     

    Detalhes dos escudos das camisas dos times com seus respectivos escudinhos. Fotos: Estevan Mazzuia.

    Já devidamente instalados nas arquibancadas, já que não ficamos dentro do campo dessa vez, vimos um jogo bastante disputado e interessante no primeiro tempo. As duas equipes mostraram bastante força de vontade, mas a equipe do Sul-Mineiro teve as duas chances mais perigosas para abrir o placar, mas que não resultaram em nada (numa delas a bola veio diretamente na minha direção atrás do gol, e num momento de destreza consegui escapar da pancada). No final do primeiro tempo, o 0 a 0 foi o placar parcial.

    Escanteio para a Santarritense no primeiro tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

    Na segunda etapa o jogo não foi tão bom quanto no primeiro. Partida truncada, muitas faltas e vários impedimentos acabaram por prejudicar o bom andamento da partida. Um desses impedimentos foi um tanto quanto estranho, já que nos pareceu que o jogador do Sul-Mineiro tinha condições de prosseguir com o lance, mas o bandeira parou alegando impedimento (e nesse lance, acabou saindo um gol do time de Pouso Alegre).

    E o tempo foi passando... trinta, trinta e cinco, quarenta, quarenta e cinco. Eu já desanimado com o placar de 0 a 0, pois odeio esse placar sem graça, ouvi uma profetização de primeira do grande David, exatamente aos 46 minutos: "Não podemos desanimar, a esperança é a última que morre". Como que se os jogadores o tivessem ouvido, num escanteio para a equipe da casa a bola ficou zanzando por alguns momentos e depois de três chutes sem direção, uma cabeçada perigosa e alguns rebotes, a Santarritense acabou marcando seu gol de uma forma completamente sofrida e garantido a vitória por 1 a 0.

    Escanteio para o Sul-Mineiro no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

    Belíssima vitória, mesmo que eu tenha achado que o resultado mais justo era o empate. Mas pela raça no final, os três pontos ficaram bem para o time da casa. Para a tabela então: Santarritense 1-0 Sul-Mineiro.

    Depois disso ainda fomos conversar com o pessoal do clube, distribuir nossos cartões para todos e ainda ouvir mais palavras elogiosas por causa da reportagem. E também muitos agradecimentos por termos ido cobrir essa partida. Deixo o obrigado a todos dos dois clubes que foram legais com a gente!

    E, como esperamos mais uma vez o quarto árbitro Roberto (é, o mesmo de Pouso Alegre), ainda deu tempo para tirarmos mais fotos de momentos únicos para o Clube:

     

    Na ordem: David tendo sintomas estranhos dentro das redes do Coronel Erasmo Cabral; Mais uma disputa de penais dentro do campo; E o placar final do jogo. Fotos: Fernando Martinez.

    Mas valeu a pena... e ainda na volta tivemos o prazer de conhecer a praça central de Santa Rita do Sapucaí, comer um lanchinho numa lanchonete por lá e ainda ver um pedaço da missa na Igreja principal da cidade. Como o busão só saía às 18 e 45, passamos horas muito legais na cidade.

    Com a missão de dever cumprido: Fernando, Estevan e David fazem história no Sul de Minas. Foto: Putz, não lembro o nome de quem tirou...

    Depois foi só dormir no ônibus e chegar destruído em casa às 10 e meia da noite... mas valeu mesmo, foi um dos melhores dias da história do Clube... e ainda vem mais por aí!

    Até a semana

    Fernando.



    Escrito por Algum membro do Clube às 22h28
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Um dia no Sul de Minas [parte 1]

    Fala povo!

    Devido à canseira de ontem e ao trampo de hoje, no qual eu fiquei em curso até às sete da noite e depois assisti o último episódio da série Lost, posto aqui o que aconteceu ontem, num dos ESPECIAIS DO ANO mais legais que já aconteceram em todos os tempos na história recente do Clube dos Doentes. Dessa vez, eu, o David e o Estevan fomos até o Sul de Minas Gerais, acompanhar a primeira rodada (completa) do grupo 1 da Segunda Divisão (equivalente à terceira) do Campeonato Mineiro.

    Quem acorda às cinco e meia da manhã de um domingo frio, depois de ter dormido (dormido?) três horas de noite, para pegar um ônibus perdido às sete da matina com destino à Pouso Alegre/MG???? Como todos podem adivinhar só os oito membros do Clube tem esse dom, e dessa vez foram justamente as já citadas acima. Tudo para chegarmos na hora exata da partida entre Guarani de Pouso Alegre e Esporte Clube Sul-Minas. E vale registrar que foi o primeiro jogo OFICIAL da história do Sul-Minas, e nós não poderíamos estar fora dessa!

    Com todo mundo no busão capotado, acordamos num meio do nada, com um sol pra cada um, mais precisamente na cidade de Camanducaia, aonde desci para ver o que tinha acontecido e constatei que o ônibus tinha quebrado (!!!!). Isso mesmo, conseguimos essa façanha... Mas depois de alguns minutos de reza e muita fé no rosto de cada um, o motorista resolveu seguir viagem com o busão destruído mesmo, tudo em prol do JOGOS PERDIDOS! Genial!

    Nossa chegada, às 10 da manhã e andando na beira da estrada, no belíssimo estádio Irmão Gino Maria Rossi. Na foto, os mochileiros das galáxias, David e Estevan. Foto: Fernando Martinez.

    Chegando em Pouso Alegre, já avistamos de longe o belíssimo Estádio Irmão Gino Maria Rossi. Com certeza um dos mais belos estádios em que já estive. Com um sol pra cada um e com muito sono, adentramos as dependências do estádio. Com capacidade para 26 mil pessoas, é um gigante construído na periferia da cidade mineira, e que é um patrimônio fantástico para o local.

    Já dentro do campo (como sempre), conseguimos conversar com integrantes das duas equipes. Todos muito simpáticos conosco e muitos nos reconhecendo por causa da matéria do Esporte Espetacular. Quando da entrada dos dois times em campo, tiramos as fotos fantásticas dos times posados, com a autorização do prestativo árbitro Átila Carneiro Magalhães e do simpaticíssimo quarto árbitro Roberto Aparecido da Silva, da liga local. Duas fotos históricas por sinal:

    Guarani FC - Pouso Alegre/MG. Notem que esse é o terceiro uniforme do Guarani, com as cores da cidade. Uma das únicas vezes que eles jogaram com essa camisa. Foto: Fernando Martinez.

    EC Sul-Minas - Pouso Alegre/MG. Essa é a primeira foto oficial da equipe... mais um fato histórico aqui no JP. Foto: Fernando Martinez.

    Trio de arbitragem com os capitães das equipes. Foto: Fernando Martinez.

    Detalhe da camisa do Sul-Minas, com seu escudinho. Foto: Estevan Mazzuia.

    O jogo em si foi muito bom e cheio de alternativas. O Guarani começou bem melhor e dominando o jogo rapidamente. Depois de algumas chances perdidas, eles deram muito espaço para a equipe do Sul-Minas que, acertando sua marcação, passou a dominar agora o jogo. Inclusive teve uma bola na trave e uma bola desviada pelo goleiro do Guarani em lances em que mereciam ter feito o gol.

    Mas como o futebol é uma caixinha de surpresas (acho que já ouvi isso em algum lugar...), o Guarani, num contra-ataque marcou um a zero, depois de uma bela jogada individual do seu camisa 2 e um chute do camisa 7 só deslocando o goleiro. Mesmo depois do gol, o time do Sul-MInas continuou mais efetivo até o fim do primeiro tempo.

    Escanteio para o Sul-Minas e mais uma defesa do goleiro do Guarani, após cobrança de escanteio. Foto: Fernando Martinez.

    Bola cruzada na área e perigo para o gol do Guarani. Foto: Fernando Martinez.

    No intervalo conferimos a hospitalidade do povo pouso-alegrense conversando bastante sobre futebol e sobre essa bela região de Minas Gerais. Muito simpáticos, todos se mostraram bastante receptivos conosco.

    No segundo tempo, e agora já na parte coberta da arquibancada (o sol estava demais...), continuamos a assistir ao belo jogo. De novo, a equipe do Sul-Minas se mostrou bem mais efetiva do que o Guarani. Mas, com o sol escaldante em Pouso Alegre, nenhuma das duas equipes tiveram lances tão perigosos assim.

    Vista geral da arquibancada coberta do Gino Maria Rossi. Foto: Fernando Martinez.

    Quando o jogo já se encaminhava para o final, com uma injusta vitória do Guarani, falta perto da área para o Sul-Minas, com a cobrança do zagueiro e capitão João. Na primeira cobrança  a barreira adiantou, na segunda, um belíssimo gol de falta, e aos 42 minutos do segundo tempo, o Sul-Minas marca seu primeiro gol oficial como profissional na história. E final de jogo: Guarani 1-1 Sul-Minas.

    Bela cobrança de falta e o primeiro gol do Sul-Minas na sua história. Foto: Fernando Martinez.

    Valeu a pena... foi um belo jogo, num belo local, com gente simpática e prestativa. E ainda por cima, com o estádio sendo bem longe da Rodoviária, conseguimos uma carona com o quarto árbitro Roberto até a Estação de ônibus. Um obrigado não basta por causa de tanta gentileza.

    Chegando na rodoviária, ainda conseguimos tempo para visitar o antigo estádio do Pouso Alegre FC, que já não existe há algum tempo. Um time que jogou na primeira divisão do Campeonato Mineiro ter jogado naquele local é algo digno de post. Nessa semana publicaremos as fotos que tiramos em tal 'templo'.

    A gente saindo da Rodoviária de Pouso Alegre rumo à Santa Rita do Sapucaí. Foto: Fernando Martinez.

    Mas para quê que fomos na Rodoviária? Porque não nos contentamos com um só jogo não. Fizemos questão de ir de ônibus para a cidade de Santa Rita do Sapucaí, assistir ao outro jogo do grupo. Como foi? No próximo post tem a resposta!

    Até lá

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 21h39
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Copa FPF: Portuguesa 2-0 Palmeiras

    Oi pessoal,

      

    Postando essa mensagem com atraso em virtude de muito cansaço, passo aqui para dizer que estive nesse domingo representando o Clube dos Doentes em mais uma partida da Copa FPF, agora o clássico entre Portuguesa e Palmeiras. Antes de alguém falar de Portuguesa "B", digo que a Lusa jogou com quatro jogadores titulares que jogam na Série B, entre eles o Leandro e o Fava (e depois ainda entrou o Celsinho). Ou seja, não temos nenhum time "B" por aí não...

    Bom, chegando ao Canindé, encontrei os portões da Rua Azurita (a entrada comum em todos os jogos) fechados, obrigando a minha pessoa a dar toda a volta e ter que entrar por dentro do Clube. Mais uma vez, eles fazem questão de fazer com que o jogo seja totalmente secreto.

    No início da partida, menos de cem pessoas estavam no Estádio. Depois consegui com um oficial da PM o imenso público total do jogo: 110 pagantes. Agora falando sobre o jogo, a Lusa começou a todo o vapor, sufocando o time esmeraldino e obrigando o goliro verde fazer duas belas intervenções.  Até que aos 34 minutos, aproveitando um cruzamento pela direita, Michel, que coordenava todas as jogadas, subiu de cabeça e abriu o placar de uma forma justa para a Portuguesa.

    Na etapa final, o time rubro-verde diminuiu o ritmo, mas mesmo assim conseguiram ampliar o placar aos 9 minutos, através do atacante Xuxa, que mais uma vez aproveitou um cruzamento pelo lado esquerdo do ataque. Com a desvantagem no marcador, o Palmeiras tentou soltar mais seus jogadores, mas o score permaneceu inalterado até o final: Portuguesa 2-0 Palmeiras.

    Destaque negativo para a ausência de pessoas para trocar o placar do Canindé... pedimos para que no próximo jogo essa falha seja corrigida!

    Até a próxima

    Mílton



    Escrito por Algum membro do Clube às 23h21
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista sub-20 2ªdivisão: Palestra 7-1 EC São Bernardo

    Fala povo!

    Hoje tínhamos uma vasta opção de jogos para assistir, cada um mais legal do que o outro: União Suzano e Osasco FC (sub-20) em Suzano, Paulista e Gama (série B) em Jundiaí, Guarujá e Jabaquara (sub-20) no Guarujá, Sorocaba e São Bento (sub-20) em Alumínio (ainda vamos lá!) e quase acabamos indo para Itapira, ver Itapirense e Pinhalense. Mas no final, a escolha foi pelo genial clássico entre Palestra e EC São Bernardo, o verdadeiro.

    Além do que vos escreve, o Mílton e o Emerson participaram dessa jornada. Muito porque o velho Bernô sempre foi um dos preferidos de todos do Clube dos Doentes, então nada mais justo que acompanharmos sua estréia no Paulista sub-20 da segunda divisão. O jogo aconteceu no campo da Associação Recreativa Ford, a AR Ford. E não AD Ford, como está escrito no site da FPF (Aê povo, vamos corrigir aí!).

    É AR Ford e não AD Ford. Está aí a prova, na foto da entrada do belíssimo clube. Foto: Fernando Martinez.

    Encontrar a AR Ford foi bastante fácil, e sem maiores preocupações pudemos notar que temos um belo clube por lá. Amplas instalações e ambiente bem agradável. Como chegamos cedo, fomos obter informações (como sempre), e pudemos saber que o Guarani tem uma parceria com o time do Palestra, com vários jogadores do próprio Bugre começando a jogar o sub-20 desse ano. Legal, mas só esperamos que não acabem com o Palestra para formar um 'Guarani B'...

    E, já dentro do campo, pudemos tirar as fotos do Palestra e do simpaticíssimo EC São Bernardo, o verdadeiro representante do futebol em SBC. A prefeitura podia ajudar esse time, não?

    PSB São Bernardo FE (sub-20) - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.

    EC São Bernardo (sub-20) - São Bernardo do Campo/SP. Foto: Fernando Martinez.

    De dentro do campo, pudemos ver que no começo de jogo o Palestra dominou completamente as ações da partida, tendo um gol anulado logo no comecinho e fazendo um a zero logo em seguida. Daí já pensamos que seria uma sacolada de gols para o PSB. O legal é que logo depois do gol, a equipe do Bernô começou a equilibrar a partida, enquanto o Palestra não deu continuidade a sua pressão.

    Com isso, e para a alegria dos presentes, o São Bernardo empatou numa belíssima jogada individual. Com o jogo empatado e equilibrado, posso dizer que até chegamos a pensar que poderia dar para o ECSB, mas estávamos enganados. Depois do Palestra ter dois gols anulados de forma estranha, numa cobrança de escanteio para o PSB, o goleirão do São Bernardo falhou e o PSB marcou 2 a 1, que foi o resultado parcial no primeiro tempo.

    Bela cabeçada e o Palestra marca 2 a 1, numa falha do goleiro do Bernô. Foto: Fernando Martinez.

    No intervalo, passando um frio fantástico, tivemos que nos aquecer pelo gramado. E nos abastecer com os já famosos salgadinhos e suquinhos. Valeu para ver um pedaço do jogo do Ford Clube, que jogava em outro campo. Bem que podia jogar um paulista profissional, hein?

    Para o segundo tempo, o São Bernardo voltou com mudança de goleiro. Até achamos que seria melhor, mas ele era bem, mas bem fraquinho mesmo. O Palestra começou essa etapa bem superior e com maior preparo físico (o São Bernardo estava zoado fisicamente) marcou uma sacolada de gols, inclusive com a ajuda do goleiro adversário.

    Nesse lance o goleiro do São Bernardo foi bem, evitando mais um gol do PSB. Foto: Fernando Martinez.

    Três, quatro, cinco, seis, sete... isso mesmo, o Palestra marcou cinco gols nesse segundo tempo, e só não foi mais porque perderam boas chances, o juiz não deu um penal para eles, numa cortada do zagueiro do Bernô dentro da área e porque o goleiro ainda fez duas grandes defesas. Resultado final: Palestra 7-1 EC São Bernardo.

    O zagueiro do Bernô desconsolado, busca a bola no fundo das redes após a marcação do sétimo gol palestrino. Foto: Fernando Martinez.

    Infelizmente parece que essa será a sina do velho São Bernardo. O Mílton viu a época de ouro da equipe, ainda nos anos 80, e fica mal quando vê a situação atual, quando nem profissional tem mais. Mas deixo aqui os parabéns de novo ao Felipe Cheide, pois sempre está lá com o time jogando no sub-20. Fica a nossa torcida para um dos times preferidos de todos no JP, e que um dia possa voltar a ser o que era...

    Nesse meio-tempo, conhecemos o Thiago Garrafada, velho visitante aqui do JP e seu amigo Marcelo. Nota 10 para a atitude deles: sair de casa num frio fantástico, cruzar São Bernardo de busão para acompanhar a estréia do time no campeonato. E ainda por cima, com a faixa da torcida:

    Faixa da torcida 'COMANDO', com o Thiago Garrafada, Mílton, Emerson e Marcelo posando juntos, torcendo para que o Bernô volte ao lugar que merece. Foto: Fernando Martinez.

    E como ainda temos um nome a zelar, depois do jogo ainda teve uma disputa de pênaltis entre a minha pessoa e o Emerson, valendo a taça Espanha dos penais. Ganhei por 2 a 1, depois de fazer uma belíssima defesa na última cobrança do Emerson. Sou o grande Bi-campeão, pois na outra disputa, que aconteceu num União Suzano e Amparo AC, em 2001, ganhei a disputa de penais contra o Estevan e o Victor, mas aí já é outra história.

     

    Na foto eu estou cobrando um pênalti e marcando o segundo gol. Na cobrança do Emerson, eu me preparo para fazer uma defesa de cinema e me sagrar Campeão da Taça Espanha. Fotos: Mílton Haddad.

    Com a taça nas mãos e passando um frio insuportável, todos nós voltamos as nossas respectivas moradias. Amanhã sendo Dia dos Pais, a maioria das pessoas ficam em casa. Como eu, o David e o Estevan não comemoramos a data, preparamos um dos ESPECIAIS DO ANO para amanhã, e segunda-feira teremos o post sobre a Magical Mystery Tour que faremos... posso garantir que será imperdível!

    Até depois...

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 19h11
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Brasileiro Série B: Santo André 2-0 São Raimundo

    Opa...

    Ainda cabreiro por ter perdido um 17 a 0 na data de ontem, hoje tivemos mais uma rodada pela Série B do Brasileiro: pelo terceiro ano consecutivo (em 2003 Palmeiras 4-0 São Raimundo, em 2004 Santo André 2-0 São Raimundo (em São Caetano) e hoje), fomos assistir um joguinho do São Raimundo, time de um lugar bem do lado de SP. O jogo foi contra o Santo André, no Bruno José Daniel.

    Um frio razoável e um trânsito sempre infernal não nos impediram de chegar ao destino final. Eu e o Mílton, para variar, estivemos por lá. Sempre torcendo para times de perto seguirem para a Segunda Fase, estamos sempre com o time do ABC e com a Portuguesa também...

    O jogo começou morno, com o São Raimundo claramente com o objetivo de tentar arrancar um empate fora de casa. O Santo André, com um belo toque de bola, dominou todo o primeiro tempo, mas faltou chutar de longe e também faltou sorte, já que ainda tiveram uma bola na trave...

    Escanteio para o Santo André no primeiro tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

    No intervalo, eu e o Mílton nos munimos de guloseimas já famosas no ABC: Pipocas com bacon, Batatinhas Fritas com muito óleo e chocolates. Tudo 100% natural e sem conservantes. Já com a fome desaparecida, vimos o segundo tempo começar com o Santo André chegando com mais afinco no ataque, mas ainda pecando no toque final para o gol.

    Atacante andreense encarando marcação da zaga amazonense. Foto: Fernando Martinez. [Bonus 110411]

    Perdendo uma, duas, três chances claras de gol, chegamos a achar que o gol do time amazonense estava rezado e que nada faria o Santo André marcar um gol. Isso até uma bola sobrar sozinha para o jogador Rafinha, que, com a maior calma e categoria, driblou o goleiro e marcou o primeiro gol do time da casa. Depois disso, o Santo André recuou de uma forma inexplicável e deu espaço para o São Raimundo perder duas boas chances de empate. E, no final da partida, quando o juiz já ia terminar o jogo, o Santo André ainda marcou seu segundo gol, decretando o placar final do jogo: Santo André 2-0 São Raimundo.

    Como a Portuguesa ganhou do Anapolina, as esperanças de vermos jogos do Quadrangular são as melhores possíveis... será que dessa vez teremos essa chance? Em setembro saberemos! E a próxima rodada da Série B é dia 21, no Canindé... um dos jogos mais aguardados do Campeonato, e com certeza estaremos lá!

    E nesse final-de-semana teremos posts de jogos e locais nunca antes vistos aqui no blog, e mais alguns times na Lista... quais? No começo da semana voltaremos aqui...

    Abraços e até

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 00h02
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    JP numa rodada tripla das categorias de base paulistas

    Buenas pessoal!

    Dia animadíssimo, com direito a recorde e tudo mais! Já explico... já explico... Ontem antes de sair do trabalho dei uma olhadinha nas tabelas e descobri que as partidas do Sub-15 e Sub-17 entre Corinthians e União Suzano, foram antecipados de sábado para quinta-feira. Dia e horário perfeitos para mim...

    Confesso que foi complicado acordar cedinho em pleno frio paulistano e ir de metrô para o CT Corinthians - Itaquera, mas hoje vocês vão entender porque o União Suzano é um dos times preferidos aqui do JOGOS PERDIDOS. Como sempre a primeira partida foi do Sub-15 e como cheguei cedo, aproveitei para fotografar as equipes:

    SC Corinthians P (sub-15) - São Paulo / SP. Foto: Emerson Ortunho.

    União Suzano AC (sub-15) - Suzano / SP. Foto: Emerson Ortunho.

    O jogo foi de um time só e o Corinthians virou vencendo por 4 a 0. Quando eu acreditava numa grande goleada, o técnico do Corinthians fez todas as substituições possíveis (nessa categoria é mais de três), inclusive a do goleiro, logo no início do segundo tempo. Assim, o nível da equipe caiu bastante e o alvi-negro continuou dominando, mas só marcou mais um gol na segunda etapa. Final: Corinthians 5 x 0 União Suzano.

    Terceiro gol do Corinthinas ainda no primeiro tempo (sub-15). Foto: Emerson Ortunho.

    Fiquei meio desanimado com a atidude do treinador, trocando todo mundo, mas não sabia o que estava por vir no sub-17:

    SC Corinthians P (sub-17). São Paulo / SP. Foto: Emerson Ortunho.

    União Suzano AC (sub-17). Suzano / SP. Foto: Emerson Ortunho.

    Começou o jogo e de cara 1 a 0. Depois 2, depois 3...

    Lance do primeiro ou segundo gol corintiano, tenho todo direito de não lembrar qual era e vocês vão entender já, o porquê (sub-17). Foto: Emerson Ortunho.

    Mais um gol alvi-negro (sub-17). Foto: Emerson Ortunho.

    E assim foi, gol atrás de gol, e o primeiro tempo terminou 8 a 0 para o Corinthians. O Fernando me ligou e não acreditou no que estava acontecendo e ficou "p" da vida porque ele tinha programado de ver esse jogo no sábado.

    Começou o segundo tempo e o técnico fez a mesma coisa que o técnico do sub-15, logo de cara fez todas as substituições possíveis, inclusive a do goleiro. Não deu tempo nem para desanimar porque a chuva de gols continuou. E ficava todo mundo na arquibancada se perguntando. É o décimo, ou décimo primeiro? É o décimo terceiro, ou décimo quarto? Não dava pra acreditar, nem pra contar.

    Sensacional! Final de jogo: Corinthians 17-0 União Suzano! Caramba, este é o maior placar já visto por um membro do Clube dos Doentes, RECORDE total. E digamos, complicado para ser batido, mas no futebol tudo é possível...(espero que seja batido logo, é muito divertido!)

    É por isso gente, que nós adoramos o União Suzano. Mesmo com a goleada acachapante, eles não deram um pontapé, jogaram sério o jogo inteiro e terminaram de cabeça erguida. Para todos no time, só o fato de estar enfrentando o Corinthians, já era motivo de felicidade e a goleada faz parte do processo. Um viva ao União Suzano, de verdade!

    Pensam que acabou, na parte da tarde ainda fui no CT do São Paulo, acompanhar mais um joguinho do Campeonato Paulista Sub-20 da 1ª Divisão. São Paulo 1 x 1 Rio Branco. Lá estavam também o glorioso Jandir, acompanhado de sua progenitora, que é são-paulina roxa...

    O jogo foi bem fraquinho, o São Paulo teve um jogador expulso ainda no primeiro tempo, mesmo assim o Rio Branco teve dificuldade para sair na frente e só o fez no começo do segundo tempo. O tricolor só chegou ao empate quando o tempo regulamentar já estava se esgotando e o Rio Branco também tinha perdido um jogador, por expulsão.

    Ataque do São Paulo no segundo tempo. Foto: Emerson Ortunho.

    Bom, fico por aqui, com mais uma rodada tripla em pleno meio de semana e com cobertura exclusiva do JOGOS PERDIDOS. Hoje valeu mesmo!

    Abraços!

    Emerson



    Escrito por Algum membro do Clube às 22h40
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Brasileiro Série A: São Caetano 3-2 Atlético/PR

    Opa!

    Hoje tivemos mais uma rodada do Clube dos Doentes pelo futebol do nosso Brasil varonil!!! De tarde o Emerson fez sua peregrinação pelo Estádio Espanha (e está devidamente documentada abaixo), e à noite, para variar um pouquinho, eu e o Mílton fomos acompanhar o São Caetano de novo pelo Brasileiro, agora contra o Atlético/PR.

    Já faz tempo que vamos no Anacleto Campanella, e em poucas vezes vimos jogos realmente bons, com alternância de placar, chances perdidas e muita disposição. Sempre fica naquele jogo feio, truncado e com poucos gols. Mas hoje acredito que vi o melhor jogo até hoje no Anacleto. Mesmo com a chuva, o vento e o frio que estava lá em SCS, o jogo foi de arrepiar MESMO!

    Escanteio para o Atlético, ainda no primeiro tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

    Por causa da chuva tivemos que comprar o ingresso de R$ 7,00 (meia-entrada) e ficar na arquibancada lateral coberta. Num esquema altamente ineficiente, quando compramos esses ingressos temos que escolher ficar à direita ou à esquerda do campo, pois não podemos sair mais do lugar (coisas que só acontecem no Brasil). Com isso, escolhemos o lado esquerdo mesmo, pois estava mais perto. Ainda bem, porque lá que aconteceu praticamente todo o jogo, com quatro dos cinco gols na partida tendo sido assinalados por lá.

    Mas o jogo começou bem sem graça, como sempre. Isso durou até os 21 minutos quando o jogador Triguinho, do São Caetano fez um gol fantástico, numa bola chutada da intermediária. A partir daí o Atlético tomou conta do jogo, e pressionou bastante o time do ABC, enrurralando-o no seu campo.

    Tamanha pressão foi recompensada: numa falha total da zaga do Azulão, o jogador Thiago marcou contra o gol de empate do Atlético aos 42 minutos. Logo na saída de jogo, de pois de uma bola roubada, o jogador Fabrício fez um dos gols mais bonitos do Brasileiro até agora: ele deu um voleio no ar e pegou o goleiro Sílvio Luís desprevenido. Final do primeiro tempo: São Caetano 1-2 Atlético/PR.

    Com muita bala de goma e conversas familiares para espantar o frio, achávamos que o São Caetano iria amarelar de novo contra o time do Paraná... mas estávamos redondamente enganados...

    Mais um ataque do Atlético/PR no 1ºtempo... e mais uma bola isolada para o ataque do Azulão. Foto: Fernando Martinez.

    O São Caetano voltou com tudo, não dando espaço para o Atlético fazer muitas coisas não. Assim, aos 15 minutos, depois de uma bobedada da zaga paranaense, o Dimba marcou o gol de empate do São Caetano.

    Depois disso, o São Caetano ainda perdeu duas chances fantásticas para virar novamente a partida, mas esbarrou na trave. Até que, aos 39 do segundo tempo, o decano Claudecir fez um gol irrepreensível: marcou o gol da virada do time do ABC de bicicleta!! Foi o primeiro gol de bicicleta que vi no estádio e posso dizer que deve ter sido um dos 3 mais bonitos desse Brasileiro. (Detalhe que ele ainda foi expulso por ter tirado a camisa... que asneira!)

    Fantástico... genial... o resultado final foi mesmo São Caetano 3-2 Atlético/PR. Duas viradas, bolas na trave, um golaço de voleio sem colocar os pés no chão, outro da intermediária e outro de bicicleta. Preciso falar mais alguma coisa??

    Valeu a pena, e amanhã temos mais rodada com o Emerson no sub-20 do Paulistão e sexta-feira teremos mais uma rodadinha da Série B do Brasileiro... fiquem ligados!

    Abraços

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 00h14
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista sub-20 1ªdivisão: Santos 1-0 Santo André

    Buenas!

    Mais uma rodada vespertina, em plena quarta-feira de batente. Pois é, graças ao meu horário de trabalho estou podendo acompanhar esses joguinhos, que tem a autêntica marca do JOGOS PERDIDOS. Hoje fui à Santos, para acompanhar a partida: Santos x Santo André, pelo Campeonato Paulista Sub-20 da 1ª Divisão, disputado no Estádio Espanha, pertencente ao Jabaquara Atlético Clube.

    Saí do frio paulistano e fui curtir uma tarde super agradável no litoral. Lá conversei com o vice-presidente de futebol do Jabaquara, Cassiano Carduz, sobre o futuro do clube e com vários jogadores do Jabuca que acompanharam a partida.

    O jogo foi bem movimentado, naquele ritmo de sub-20, às vezes mais correria do que técnica. O Santos teve um leve domínio no primeiro tempo, mas ninguém conseguiu abrir o placar.

    Jogador do Santos afasta o perigo de ataque do Santo André. Foto: Emerson Ortunho.

    Na segunda etapa, o jogo começou equilibrado, até o Santo André ter um jogador expulso. Aí o técnico Marcio Fernandes (ex-Jabaquara), colocou o Santos pra frente e acabou sendo premiado com o gol. Final com resultado justo: Santos 1 x 0 Santo André.

    Lance do segundo tempo da partida. Foto: Emerson Ortunho.

    É isso aí, mais um jogo para explicar porque nós somos o Clube dos Doentes. Sair de São Paulo, ir até Santos, assisitir um jogo do Sub-20 e voltar correndo para São Paulo para ir trabalhar. Normal? Deixo no ar a pergunta...

    Amanhã tem mais Sub-20!

    Abraços!

    Emerson.



    Escrito por Algum membro do Clube às 21h17
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Fala povo!

    Hoje publico por aqui um texto enviado para nós pelo grande Dênis Haddad, irmão do Mílton. Mais do que interessante, faz referência a fatos geniais do nosso futebol... vamos a ele:

    "Amigos do JOGOS PERDIDOS, faço uma pergunta a todos: algum jornal de São Paulo publicou que o jogo Portuguesa x Madureira pelo Campeonato Estadual, no dia 23 de março de 2005 em São Januário não teve NENHUM pagante, embora 600 ingressos tenham sido postos à venda? Essa informação eu obtive consultando o site da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. Aqui no Rio, nenhum jornal publicou NADA a respeito, o que é, no mínimo, lamentável!

    Mas também deve ser registrado que naquela noite de 23 de março, caiu uma chuva razoável sobre a cidade por volta das 18 horas, o que, certamente, deve ter contribuído para a TOTAL ausência de público. E o curioso é que o árbitro relatou na súmula que o comportamento da torcida foi bom (!?).

    A propósito, descobri no site da Federação de Sergipe que o jogo Maruinense 0-4 Confiança, que aconteceu dia 29 de maio desse ano em Maruim, teve apenas UM PAGANTE (!), que comprou uma única arquibancada. 402 foram devolvidas, assim como todas as 190 meio-arquibancadas postas à venda. A arrecadação foi a volumosa quantia de R$ 5,00.

    Ainda em Sergipe, os seguintes jogos também tiveram a façanha de um único pagante:

    • Estanciano 2-0 São Cristóvão (28 de agosto de 2004);
    • Estanciano 0-2 Boca Júnior (11 de setembro de 2004);
    • São Cristóvão 1-1 Olímpico (11 de setembro de 2004);
    • São Cristóvão 1-1 Estanciano (19 de setembro de 2004);
    • Olímpico 0-0 Boca Júnior (19 de setembro de 2004).

    Os 30 jogos da Segunda Divisão de Sergipe do ano de 2004 tiveram um público total de 2.419 pagantes (!), com média de 81 pessoas por jogo (!). Aliás, para ilustrar, esse foi o público pagante exato da partida São Paulo 1-0 Bragantino, em 2 de setembro de 1990, pelo Campeonato Brasileiro.

    Essa é a triste realidade do nosso Brasil.

    Abraços

    Dênis."

    Belíssimo texto, e só posso completar dizendo que se morássemos em Sergipe, com certeza essas partidas não teriam só UM pagante, e sim três ou quatro...

    Então é isso... mais uma bela contribuição do nosso amigo Dênis Haddad!

    Até mais

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 23h52
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Brasileiro Série C: Rio Branco/SP 1-0 Ituiutaba

    Fala pessoas!

    Então... agora sim vamos ao grande jogo e grande evento que tivemos na tarde de ontem. Eu, o Emerson, Mílton e Estevan, fomos até Americana para acompanhar o que poderia ser o melhor Campeonato de Futebol do Brasil, mas que não passa de uma brincadeira de mal-gosto: a Série C do Brasileiro. Portanto então, fomos até a cidade de Americana para ver ao jogo entre Rio Branco e o glorioso Ituiutaba de Minas Gerais.

    Como disse no post do jogo Portuguesa e Guarani, eu e o Mílton fomos encontrar o Emerson e o Estevan vindos de Santos (o post está logo abaixo) para entrarmos na Marginal, seguir pela Anhangüera até a cidade de Americana. No caminho até lá, histórias do arco da velha, piadas sem graça, muito papo furado e contos do vigário. No caminho fizemos uma parada no mágico Frango Assado, parada obrigatória para todos os ratos de estrada aqui do Estado de SP.

    Estevan degustando algo indescritível, Emerson mandando brasa numa calabresa e o Fernando com seu saquinho de pães de queijo fresquinhos. Foto: Mílton Haddad.

    Por causa da parada, a gente tinha só uma escolha para chegar a tempo de pegar o começo do jogo, ir bem rápido e sem muita frescura. A tarefa parecia impossível em virtude do escasso tempo que tínhamos até lá... mas ninguém contava com a destreza do Emerson com seu possante Fiesta. No famoso esquema de ir "a 110, 120, 160, só pra ver até quando o motor agüenta", conseguimos fazer quase 120 quilômteros em 40 ou 50 minutos e conseguimos chegar no jogo sem perder muita coisa.

    Entrada florida e simpática do Estádio Décio Vitta em Americana. Foto: Fernando Martinez.

    Chegando por lá encontramos nas arquibancadas do Décio Vitta o Mochileiro das Galáxias David, que foi até lá sozinho, de ônibus (!). Como somos celebridades nacionais, eles nos esperaram para poder marcar o único gol da partida. Menos de um minuto após a nossa entrada o Rio Branco fez um a zero. É... o povo aqui não é fraco não!

    Único gol do Rio Branco marcado de cabeça aos doze minutos do primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

    A primeira etapa depois não teve muita coisa de interessante não, num jogo equilibrado nenhum dos dois times mostrou muita coisa. O jogo acabou indo para o intervalo mesmo só um a zero, e daí aproveitamos para conhecer as dependências do agradabilíssimo estádio de Americana.

    Acredito que este seja um dos estádios mais simpáticos do nosso interior. Nunca tinha ido lá e a primeira impressão foi mais do que positiva. O único ponto que precisa ser melhorado é que o estádio só possui uma entrada e saída. Num jogo grande imagino que deva ficar um inferno entrar ou sair de lá. Nesse meio tempo, verificamos mais alguns flagras do povo do Clube.

     

    Na primeira foto, todos os membros do Clube (Estevan, David, Emerson e Mílton) mostram seus celulares de última geração, fabricados em 1997. Na segunda foto, cada um (David, Fernando, Estevan e Mílton) olha para um canto, desviando a atenção de tudo. Fotos: Fernando Martinez e Emerson Ortunho.

    No segundo tempo o panorama da partida não começou diferente. Só que aos poucos, o Rio Branco foi tomando conta da partida e perdeu algumas chances absurdas. Pelo menos por três vezes algum atacante do time de Americana apareceu livre para marcar, mas por muita falta de pontaria acabou chutando pra fora.

    O Ituiutaba teve uma única chance, numa cobrança de falta cobrada com precisão e que o goleiro do Tigre praticou belíssima defesa. Tirando isso, a equipe de Minas não mostrou muita coisa não. Esse será um dos grupos que menos tenho chance de imaginar quem classificará.

    Ataque desperdiçado pelo Rio Branco no segundo tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

    Fantástica visão que temos logo depois que entramos no Estádio... lááá embaixo rolando o jogo e a gente vendo tudo bem pequenininho... Foto: Fernando Martinez.

    No final do jogo acabou dando a lógica mesmo: Rio Branco 1-0 Ituiutaba e quatro líderes no grupo, já que o América/SP ganhou do União São João. O esquema aqui é torcer para o mais perto, então força Tigre! Antes de sair do Estádio deu tempo para tirar mais algumas fotos:

    Fernando, Estevan, Emerson e Mílton mostrando seus valiosos ingressos para a Câmera. Foto: David Libeskind (com L).

    Fachada da parte coberta do Estádio Décio Vitta. Foto: Emerson Ortunho.

     

    A parte da entrada do estádio, e de onde tirei a foto vista bem do alto. Na segunda foto, David, Estevan, Emerson (mais cansado do que nunca) e Mílton esperando a vez para voltarmos para SP. Fotos: Fernando Martinez.

    Na volta deixamos o David na Rodoviária de Americana e seguimos viagem de volta para a capital. Mais conversas sobre assuntos interessantes. Nesse meio tempo, paramos mais uma vez num posto qualquer na estrada e descobrimos que o David é mais famoso do que pensamos, pis além de comerciante e ator, ele é dono de uma fábrica de doces:

     

    O mais novo garoto-propaganda Estevan mostrando os deliciosos Doces David, à venda nas melhores mercearias. E na segunda foto, Mílton e Estevan folheiam revistas proibidas para menores... Fotos: Fernando Martinez.

    Chegamos sãos e salvos aqui na capital, com o sentimento de missão cumprida e mais um estádio (para mim) e mais um time na Lista de cinco membros do Clube dos Doentes. Vale registrar novamente que estivemos presentes em doze jogos de quarta à domingo. Brasileiro das Séries A, B e C, Segunda Divisão do Paulista, Copa FPF e Paulistas sub-20, sub-17 e sub-15, foram o cardápio da vez. Mais uma nota 10 para todos nós...

    E ainda teremos nessa semana mais jogos geniais, com viagens interestaduais... aguardem!

    Abraços

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 22h55
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista 2ªdivisão: Jabaquara 1-1 Palmeirinha

    Buenas!

    Domingão agitadíssimo, logo cedinho eu o animado Estevan, vestindo de vez a camisa do Clube, rumamos à Santos para acompanhar o embate: Jabaquara x Palmeirinha. Era a grande chance do Jabuca reagir no campeonato, ainda mais jogando em casa no Estádio Espanha, mas o Leão fracassou. Vamos aos times, e pela primeira vez o Palmeirinha posado no Blogue:

    Jabaquara AC - Santos / SP. Hoje com mascotes oficiais. Foto: Emerson Ortunho.

    SE Palmeirinha - Porto Ferreira / SP. Foto: Emerson Ortunho.

    O Jabaquara começou arrasador e com menos de um minuto abriu o placar, com gol do artilheiro André. E durante todo o primeiro tempo, continuou indo pra cima, perdendo muitas chances de gols. Mas, como quem não faz toma, o Palmeirinha empatou no final do primeiro tempo, em bela jogada individual.

    Ataque do Jabaquara no primeiro tempo. Foto: Emerson Ortunho.

    O segundo tempo foi sofrível, o Jabaquara tentava atacar, mas sem organização nenhuma não consiguia produzir chances reais de gol. O pior é que a cada substituição feita pela técnico Coutinho, o time piorava. Com isso, o jogo terminou em 1 a 1 e o Palmeirinha levou um bom empate para Porto Ferreira, ficando com boas chances de passar para a próxima fase.

    Duas coisas que preciso mencionar: Ao consultarmos o árbitro Milton Etsuo Ballerini, para obter autorização para as fotos, ele já conhecia o Blogue e citou o endereço na ponta da língüa. Genial! Um abraço ao Milton e seus auxiliares! A outra foi ouvir a repercussão da matéria do EE entre todos no Jabaquara. Todos adoraram, desde o presidente Delchi Migotto até o seu Hilário, que estava radiante com sua aparição. Fantástico!

    Depois eu e o Estevan rumamos de volta à São Paulo para encontrarmos o Fernando e o Milton e assim protagonizarmos mais uma epopéia do Clube. Aguardem a história no próximo post do Fernando.

    Abraços!

    Emerson.



    Escrito por Algum membro do Clube às 21h48
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Copa FPF: Portuguesa 3-5 Guarani

    Fala povo!

    Depois da rodada dupla de sábado, o que restava a nós era descansar e aproveitar o domingo sem fazer nada para esperar a segunda chegar certo? ERRADO! Fiz mais uma rodada dupla no eixo Canindé-Americana e mais um time novo entrou para a Lista.

    De manhã, acordando num horário razoável fui ao Canindé pela terceira vez em três dias, para assistir mais um joguinho da Copa FPF entre Portuguesa e Guarani. Nem esperava tanto do jogo e fui mesmo para me aquecer para a viagem da tarde... e não me arrependi nadinha de ter ido lá, pois vi um das partidas mais interessantes do ano.

    A Portuguesa, apesar da campanha horrorosa que está fazendo na Copa, começou com tudo e logo no começo marcou um a zero. Pena que foi só fogo de palha, e logo o Guarani tomou conta da partida e virou o jogo para três a um sem maiores dificuldades. E esse foi o placar no fim do primeiro tempo.

    Lance do terceiro gol do Guarani, ainda no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

    Não sei o que os caras da Lusa tomaram no intervalo, pois o time voltou muito melhor e em poucos minutos já empatou a partida. O Bugre não fez nada e mostrava uma apatia fantástica. O povo presente no Canindé até achou que a Portuguesa poderia virar novamente a partida...

    Mas só ficou no achou mesmo, pois num contra-ataque e numa bobeira da zaga lusitana, o Guarani fez seu quarto gol e matou a reação rubro-verde. Com o resultado desfavorável, a Portuguesa não achou forças para, ao menos, empatar a partida. E ainda por cima, tomou mais um no final da partida. Resultado final: Portuguesa 3-5 Guarani.

    Lance do segundo gol da Portuguesa, logo no início do segundo tempo. Foto: Fernando Martinez.

    Lance do terceiro gol da Lusa, que empatou a partida e deu um alento à pequena torcida presente no Canindé. Foto: Fernando Martinez.

    Mas valeu a pena, um 5 a 3 não é fácil de se ver não... e além disso foi a partida com o maior número de gols das rodadas do final de semana. Depois disso voltei pra casa e o Mílton passou por aqui para encontrarmos o Emerson e o Estevan, que estavam vindo da partida entre Jabaquara e Palmeirinha (que terá o post em breve) para irmos até a cidade de Americana... porque que fomos lá? No próximo post eu escrevo...

    Até daqui a pouco.

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 21h46
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista 2ªdivisão: Jacareí 1-1 Osvaldo Cruz

    Olá,

    Mais um domingo especial acompanhando a Segunda Divisão, sendo que dessa vez voltei à cidade de Jacareí no estádio STAVROS PAPADOPOULOS e acompanhei ao jogo JACAREÍ 1 - 1 OSVALDO CRUZ, válido pela última rodada do primeiro turno da segunda fase. Jogão entre o primeiro e segundo colocados do grupo 9.

    Antes de falar sobre o jogo, quero ressaltar novamente a gentileza dispensada ao JP pelas pessoas ligadas ao Tricolor do Vale, que inclusive fizeram questão de me levar ao local em que o nosso post de 25/07/05 do jogo Jacareí x Capivariano está afixado. Durante o aquecimento dos atletas do JAC, o zagueiro e capitão Edmilson agradeceu a nossa presença e o carinho do JP para com eles.

    Detalhe do "post" do Jogos Perdidos no mural da Jacareí Atlético Clube. Foto: Orlando Lacanna.

    Como sempre começamos pelas fotos dos times posados e observem que na do JAC, aparecem desta vez dois jacarés que passaram a ser os mascotes do time. No jogo anterior, havia apenas um jacaré que agora ganhou uma companheira. Na verdade são dois iguais, mas os empolgados torcedores dizem que o mais novo integrante é fêmea e durante o jogo cada um é levado para trás de cada gol.

    Jacareí AC - Jacareí / SP. Agora com o casal de mascotes. Foto: Orlando Lacanna.

     

    Osvaldo Cruz FC - Osvaldo Cruz - SP. Foto: Orlando Lacanna.

    Trio de arbitragem da partida. Foto: Orlando Lacanna.

    Vamos ao jogo, que no geral foi muito equilibrado e disputado com poucas chances de gols, pois a marcação sempre muito forte impedia a progressão dos ataques dos dois times. No primeiro tempo, o JAC teve um ligeiro domínio e saiu com a vantagem no placar, graças ao gol marcado pelo volante Antonio Carlos, aos 16 minutos, após cobrança de falta pelo lado direito e também ao goleiro Jackson, que operou um verdadeiro milagre aos 34 minutos fazendo uma defesa espetacular, depois de uma falha do seu zagueiro em recuo de bola que foi alcançada pelo atacante adversário.

    Ataque do Osvaldo Cruz, vê-se um dos Jacarés mascotes atrás do gol. Foto: Orlando Lacanna.

    Na etapa final, como sempre, o jogo caiu um pouco de ritmo em razão do forte calor, mas mesmo assim o Azulão conseguiu ser um pouco melhor e acabou conseguindo o gol de empate, aos 27 minutos, através do centro-avante Samuel, que aproveitou um passe de cabeça após cobrança de falta pelo lado esquerdo. Daí em diante o jogo se concentrou entre as duas intermediárias com poucas jogadas de ataque.

    Lance de ataque do Jacareí. Foto: Orlando Lacanna.

    Final de jogo com resultado justo que mostrou que tanto o Tricolor do Vale como o Azulão são fortes candidatos à classificação para a terceira fase, com vantagem para o Osvaldo Cruz que no returno fará duas partidas em seu estádio e lá o "bicho pega". Destaque individual para Jackson, Edmilson e Antonio Carlos pelo lado do JAC e Anderson, Reginaldo e Samuel pelo time visitante.

    Boa defesa do goleiro do Osvaldo Cruz. Foto: Orlando Lacanna. [Bonus 110411]

    Destaque também para mais uma boa arbitragem, dessa vez comandada pelo Sr. Élcio Paschoal Borborema que foi muito bem juntamente com seus assistentes. Quanto ao público que calculo em torno de 300 pessoas, melhorou em relação ao último jogo, porém poderia ser bem melhor.

     

    Abraços,

    Orlando



    Escrito por Algum membro do Clube às 19h08
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista sub-20 1ªdivisão: Portuguesa 2-2 Grêmio Barueri

    Fala povo!!!

    Bom, no sábado de manhã fui em Caieiras (conforme descrito no post abaixo), e de tarde, com o Mílton indo sozinho no Parque Antárctica, me restou a alternativa de ir ver um joguinho de graça, o que é fundamental nos dias de hoje. Fui no glorioso Canindé, aonde aconteceu um jogo válido pelo sub-20 da 1ªdivisão (um dos campeonatos preferidos do Clube). Vi a partida entre Portuguesa e Grêmio Barueri.

    Logo de cara já vi uma novidade, um uniforme que nunca tinha visto o time de Barueri usar. Bem mais legal do que o utilizado no paulista da A-3 desse ano, fiz questão de tirar uma foto para mostrar e divulgar aqui pra todo mundo.

    Não sei o nome do jogador (esqueci de perguntar), mas a foto vale para mostrar o belo uniforme do time do GRB. Foto: Fernando Martinez.

    Sozinho, sem gastar nada e com uma belíssima tarde, seria o palco ideal para uma bela partida. Pena que no primeiro tempo não tivemos jogo de futebol. os dois times maltrataram a bola de uma forma assustadora. Nenhuma chance e desempenho péssimo me desanimaram para a segunda etapa.

    Na segunda etapa fiz o famoso esquema de entrar no campo, e autorizado pela máxima autoridade em campo, o juiz, fiquei naqueles banquinhos atrás dos gols do Canindé. Nunca tinha ficado lá e pude comprovar que REALMENTE é o melhor lugar no estádio.

    Dois lances agudos do ataque lusitano na partida contra o Grêmio Barueri. Belas fotos... também, sentar do lado da linha de fundo é fantástico! Fotos: Fernando Martinez.

    O que me deixou mais animado ainda é que tivemos uma partida espetacular na segunda etapa. Alternância no placar, lances de perigo e muitas chances perdidas... só por essa etapa já valeu a partida.

    Logo de cara o Barueri fez um a zero, numa belíssima jogada pela esquerda e um chute cruzado quase da linha de fundo que o goleirão da Lusa nem viu. Melhor no jogo, o Barueri dominava fácil a partida e parecia que chegaria tranqüilo ao segundo gol. Mas, daquelas coisas que só o futebol proporciona, a Lusa empatou numa bela cabeçada depois de uma cobrança de escanteio. Um a um no placar e jogo equilibrado de novo.

    Detalhe do primeiro gol da Portuguesa, com a bola ainda estufando as redes. Gostei dessa foto... Foto: Fernando Martinez.

    De novo, contrariando a lógica e quando a Portuguesa começava a dominar mais uma surpresa: depois de uma bobeira geral da zaga lusitana, o Barueri marcou dois a um, e parecia que a Portuguesa iria se entregar por completo. Mas de novo (é, de novo) o jogo tomou outro rumo e a Portuguesa tomou conta da partida... chegou ao segundo gol numa bela jogada armada pelo seu ataque e por muito, mas muito pouco não virou a partida. E ainda não teve um penal marcado a seu favor, quando um zagueiro do time de Barueri salvou um gol em cima da linha com a mão. Mas valeu a pena, e o resultado final foi mesmo Portuguesa 2-2 Grêmio Barueri.

    Depois disso foi só descansar, ensaiar com o The Jenniffers e ver um belo filmão no sábado à noite. Tudo para me preparar para a grande viagem que fizemos no domingo. Mas isso fica para o próximo post.

    Até já...

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 14h50
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Copa FPF: Palmeiras 1-0 Bragantino

    Oi pessoal!

     

    No último sábado não acompanhei os jogos que a maioria do Clube dos Doentes esteve, eu estive no jardim suspenso do Parque Antárctica como único representante do Clube assistindo mais um jogo da Copa FPF: o jogo entre Palmeiras e Bragantino.

    A partida começou de maneira morna, com as duas equipes tocando a bola sem nenhuma objetividade, um dos lances mais perigosos foi uma jogada do lateral-direito do Palmeiras que perdeu uma ótima oportunidade por pura afobação. O time verde ainda desperdiçou mais uma chance nessa etapa, e o Braga só conseguiu um chute no gol, obrigando o goleiro Bruno a praticar belíssima defesa... e o primeiro tempo acabou assim.

    Na etapa final, o jogo melhorou bastante com os dois times imprimindo mais velocidade, até que o time de Bragança desperdiçou a melhor oportunidade até então. Nesse lance o goleirão do Palmeiras defendeu um chute da entrada da pequena área com os pés. Depois disso, o Palmeiras ainda perdeu um pênalti com o goleiro do Bragantino defendendo a cobrança.

    Quando o jogo já se encaminhava para o mucho 0 a 0, saiu o gol palestrino, logo após uma cobrança de escanteio, através do atacante Marquinhos. Final de jogo, Palmeiras 1-0 Bragantino.

    Detalhe para o pífio público no Palestra Itália: 101 pagantes e 116 presentes com a renda de R$ 462 reais.

    No final de semana teremos mais jogos!

    Um abraço

    Mílton



    Escrito por Algum membro do Clube às 14h33
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista 2ªdivisão: Força 0-1 Assisense

    Fala pessoas!

    Agora vamos com a segunda parte dos jogos do final de semana, agora com os jogos de sábado. Uma bela rodada dupla da Segunda Divisão do Paulista com a primeira rodada do sub-20 1ªdivisão à tarde.

    De manhã, a trinca mais nova do Clube dos Doentes: Fernando, Estevan e Victor esteve presente do Estádio Carlos Ferracini, na partida entre Força e Assisense. Os outros dois foram matar o time do Assisense, e eu, mesmo já tendo visto o Assisense uma vez (ano passado, em Campinas), fiz questão de estar lá para poder tirar a foto posada da equipe.

     

    Na primeira foto, Fernando e Victor tomando um belo suco natural X-Tapa, que não possui nenhuma química em sua composição. Na segunda foto, Victor e Estevan dentro do campo para as fotos exclusivas dos times posados (notem que o Estevan estava comendo e bebendo lá dentro, na boa). Fotos: Estevan Mazzuia e Fernando Martinez.

    Chegamos bem cedo a Caieiras, e já munidos de salgadinhos e bebidas mais do que naturais, adentramos o gramado para tirar as fotos exclusivas. Lá conhecemos o trio de arbitragem mais o quarto árbitro, sempre simpaticíssimos com a equipe do JOGOS PERDIDOS. E com isso tiramos as fotos dos times posados:

    Força EC - São Paulo/SP (mas mandando em Caieiras), com mais um uniforme diferente esse ano. Foto: Fernando Martinez.

    CA Assisense - Assis/SP. Foto: Fernando Martinez.

    O trio de arbitragem simpaticíssimo do jogo. Foto: Fernando Martinez.

    Vale registrar que no momento em que tirávamos a foto do Assisense, o jogador Rafinha nos reconheceu por causa da matéria no Esporte Espetacular... e no intervalo conversamos com os jogadores Buiú e Emílio, também do Assisense e que também nos reconheceram. Abraços a todos!

    O primeiro tempo da partida foi bastante truncado, com as duas equipes jogando mais pelo meio-campo e sem tantas chances e nenhum domínio específico para algum lado. Mesmo assim, as duas maiores oportunidades de gol foram do time de Assis: uma numa cobrança de falta e outra num lance agudo dentro da área, mas que o atacante acabou perdendo.

    Lance bastante disputado no meio-campo. Foto: Fernando Martinez.

    Aonde está a bola? Mais uma jogada truncada no jogo entre Força e Assisense. Foto: Fernando Martinez.

    No intervalo ainda fomos até a cabine da Rádio Difusora de Assis para divulgarmos o JP. Os dois radialistas presentes foram simpáticos também conosco, e prometeram passar nosso endereço para os moradores da cidade de Assis... mais uma região para acessar nosso blog!

    O segundo tempo começou do jeito que o primeiro terminou, sem muitas emoções. Mas bastou o gol da equipe do Assisense, marcado pelo jogador Marcelo, para o jogo pegar fogo. A partir dai o Força acordou e teve algumas chances claras de gol desperdiçadas pelos seus atacantes. Deixando o contra-ataque em aberto, o Assisense também perdeu alguns lances fáceis para a marcação do segundo gol.

    Ataque do Força no segundo tempo da partida. Foto: Fernando Martinez.

    Mas no final o resultado foi esse mesmo: Força 0-1 Assisense. Três pontos essenciais para a equipe de Assis, e o Força praticamente fora da disputa. Queríamos que classificasse, em virtude da localização, mas acho que não dá...

     

    Substituição no Carlos Ferracini... bem sugestiva Foto: Fernando Martinez e Estevan Mazzuia.

    Saindo dali, o trio se dispersou, e cada um foi para o seu canto, mas eu fiz questão de acompanhar mais uma partida, agora valendo pelo paulista sub-20, na sua primeira rodada! O jogo que fui fica para o próximo post...

    Até...

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 00h44
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Brasileiro Série B: Portuguesa 1-0 Ceará

    Fala povo!

    Esse último final de semana foi fantástico para todos os membros do Clube dos Doentes. Todos os sete membros estiveram presentes nos estádios do estado de São Paulo (sete porque o Jurandyr está licenciado, curtindo a tensão pré-nupcial e jogando um H furado em todo mundo... daqui a pouco ele some de vez).

    De sexta a domingo, oito jogos tiveram a presença de alguém do Clube, e jogo por jogo, vamos postar o que rolou neles por aqui. Começando pela minha presença e do Mílton no Canindé na sexta-feira, para assistir mais uma rodada de sofrimento, aonde jogaram Portuguesa e Ceará, valendo pela Série B do Brasileiro.

    O jogo começou com a Lusa um pouquinho melhor e perdendo mais chances, e com isso dando a chance do Ceará abrir o placar no contra-ataque. Mesmo assim, a Lusa ainda conseguiu chegar ao um a zero através do jogador Cléber, cobrando pênalti. Pena que a foto que tirei do penal ficou tremida, e nem tem como eu postar por aqui... tá muito ruim!

    Ataque lusitano na primeira etapa. Foto: Fernando Martinez. [Bonus 110411]

    Ataque da Portuguesa no segundo tempo do jogo. Foto: Fernando Martinez.

    No segundo tempo a Portuguesa não fez nada de bom, e ainda por cima tomou um belo sufoco do time do Nordeste, mas ainda assim conseguiu levar os três pontos... essenciais para a classificação. Registro aqui também a conversa com o Rafael Lusitano e seu colega de Campinas, que infelizmente esqueci o nome... mas por favor se algum de vocês entrar aqui me lembrem!!! Abraços aos dois!

    Logo mais tem o post sobre os jogos de sábado!

    Abraços

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 00h24
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Brasileiro Série A: São Caetano 1-1 Juventude

    Opa,

    Hoje também sentimos o peso do estrelato momentâneo por causa da matéria de domingo. Pessoas nos reconhecendo na rua, no serviço e na porta do estádio... mas nada disso nos abala e vamos continuar com a gloriosa saga do Clube dos Doentes aqui no JOGOS PERDIDOS. Mais uma vez, e hoje de uma forma mais vitaminada, acompanhamos mais uma rodada do nosso Brasileirão 2005, pois não é só de tosqueira e jogos fantasmas que matamos nossa vontade de futebol.

    O jogo em questão foi São Caetano e Juventude/RS no Anacleto Campanella. Cada vez mais vazio (o público de hoje foi 922 almas) é o lugar mais próximo das divisões inferiores que podemos encontrar a nível nacional.

    Sempre esses joguinhos contam com a minha presença e a presença do Mílton. Mas hoje tivemos uma grande participação de membros até certo ponto esquecidos em SCS: David, Jurandyr e o glorioso Victor, que arranjou um tempinho de suas aventuras mineiras para assistir a essa partida. Fazia tempo que 5 membros do Clube não apareciam de uma vez lá no Anacleto.

    Mílton, David, Victor e o ghost-rider Jurandyr sem problemas e com dinheiro sobrando. Foto: Fernando Martinez.

    Jogo às sete e meia da noite é genial. E mesmo que tenha um pequeno trânsito para chegar em São Caetano, vale a pena para depois chegar beem mais cedo em casa! Pena que essa partida nem tenha sido grande coisa.

    Quando o jogo iria começar, descobri que tinha detonado a antena do celular e que ficaria sem comunicação por toda a partida... um indício do que estava por vir. O primeiro tempo foi simplesmente horroroso! O São Caetano está jogando de uma forma muito sem-vergonha e o time todo parece que manda brasa numa feijuca antes de entrar em campo: vontade e ânimo zero. O único momento de lucidez foi no gol do Juventude, e mesmo assim por causa de uma falha da zaga do time do ABC. Fim da primeira etapa: 1 a 0 para o time de Caxias do Sul.

    No segundo tempo o São Caetano voltou um pouco melhor, e logo empatou a partida num golzinho do Dimba. Depois disso até que a partida melhorou um pouco, mas nada que pudesse fazer a gente dizer que o jogo foi inesquecível. Valeu para que todos os 5 membros do Clube trocassem idéias sobre as tabelas dos campeonatos que irão começar... segunda divisão do mineiro, do paulista sub-20... muita coisa boa vêm por aí!

    Falta para o Azulão na entrada da área, mas nada aconteceu de bom. Foto: Fernando Martinez.

    É isso... final de jogo 1 a 1, e mais pontos perdidos pelo São Caetano em casa. Sábado joga com o Corinthians fora e nem ligo se os três pontos forem para o Timão...

    É isso, na sexta tem Série B do Brasileiro, com jogo-chave para a classificação da Portuguesa para a Segunda Fase... stay tune!

    Abraços

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 23h36
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    JP nas categorias de base no ABC

    Buenas!

    Voltando ao batente e a vida de ser humano normal (ou não tão normal assim) depois do estrelato, comecei hoje a primeira de uma série de quartas-feiras fantásticas com muitos JOGOS PERDIDOS. O Fernando e grande parte da turma presenciaram uma série de jogos noturnos fantásticos no primeiro semestre e agora chegou minha vez, que só posso acompanhar jogos matinais e vespertinos.

    Pra começar bem, logo uma rodada tripla em plena quarta-feira de batente. Tive que acordar logo cedinho para ir ao Estádio Municipal de Mauá Pedro Benedetti, para acompanhar o Paulista Sub-15 e Sub-17, especificamente o jogo Santo André x São José. Como é de praxe, na torcida, só alguns familiares de jogadores, 22 exatamente, que ficaram mais ou menos juntos porque se conheciam e um estranho no ninho, ou melhor, um integrante do Clube dos Doentes representando o JP. Genial!

    Na primeira partida, pelo sub-15, a superioridade do Santo André foi nítida durante todo o jogo e o time da casa fez o resultado tranqüilamente: Santo André 4 x 1 São José.

    Ataque do Santo André que venceu fácil a partida pelo Sub-15. Foto: Emerson Ortunho.

    No Sub-17 o desnível entre as equipes foi menor, mas como o futebol é sempre surpreendente, o placar foi ainda mais elástico: Santo André 6 x 2 São José, resultado até um pouco raro de se ver. Chuva de gols, com um sol bem agradável. Uma ótima manhã!

    Depois disso foi para casa almoçar, fiz meia hora de siesta e fui para o jogo vespertino: São Caetano x Santos, pela abertura do sensacional Campeonato Paulista Sub-20 da 1ª Divisão. Entre outras opções, esse jogo foi escolhido para colocar mais um estádio na Lista. E tiveram a mesma idéia que eu, o grande Jandir e o inigualável David, que também marcaram presença e pudemos debater muitas idéias sobre o futuro do JP.

    Estádio Águias de Nova Gerte, que possui o nome oficial de Estádio Distrital José Tortorello é um lugar muito agradável, apesar de bem acanhado. Possui arquibancadas numa lateral e atrás de um dos gols e ainda possui iluminação em perfeito estado para jogos noturnos. O estádio é administrado pelo Centro Esportivo e Recreativo Águias de Nova Gerte e o complexo possui ainda piscina e um bom ginásio.

     

    Vista parcial da arquibancada lateral e da arquibancada dos fundos. Fotos: Emerson Ortunho.

    Vista da arquibancada lateral. Foto: Emerson Ortunho.

    Como era estréia, aproveitei para tirar as tradicionais fotos dos times posados:

    A. D. São Caetano (sub-20) - São Caetano do Sul / SP. Foto: Emerson Ortunho.

    Santos F. C. (sub-20) - Santos / SP. Foto: Emerson Ortunho.

    O jogo até que foi bem movimentado, mas sabe quando de cara, você já percebe que será muito difícil sair um golzinho, ainda mais levando em conta as dimensões do gramado. O jogo foi lá e cá, alternando ataques das duas equipes, mas o placar não foi alterado, final: São Caetano 0 x 0 Santos.

    Ataque do Santos no primeiro tempo da partida. Foto: Emerson Ortunho.

    Missão cumprida, três jogos numa quarta-feira, um estádio novo na Lista e um bom papo com o David e o Jandir. Depois disso, realidade nua e crua: correria até o trabalho, trânsito infernal de sampa, uma hora e meia atrasado e mais uma tradicional desculpa esfarrapada para a chefia. Ufa! Valeu mais uma vez a insanidade!

    Abraços!

    Emerson



    Escrito por Algum membro do Clube às 22h41
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    JP no Esporte Espetacular II

    Fala pessoal!

    Realmente, o último domingo foi um tanto quanto especial para o Clube dos Doentes. Depois de mais de 40 anos de histórias e depois de milhares e milhares de jogos acompanhados em estádio com alguns gatos pingados, foi a vez do Brasil inteiro (e até algumas partes do mundo) acompanharem um dia na vida do Clube, no jogo Jabaquara e Cubatense. Tudo graças à Rede Globo de Televisão, com seu Esporte Espetacular.

    No post do começo do mês está lá toda a cobertura que fizemos sobre o jogão, e então esperamos algumas semanas para que finalmente a matéria fosse ao ar. Sete membros do Clube acompanharam a matéria, menos o recém-licenciado e morto de plantão Jurandyr... enquanto o mundo nos assistia, ele estava dormindo (!). Eu, o Emerson e o David ouvimos a descrição da matéria pelo telefone lá no jogo entre Campinas e Jabuca, no momento em que ela acontecia. O Orlando ouviu a matéria pelo celular enquanto estava no intervalo do jogo de Mogi-Guaçu, o Mílton viu com sua esposa, o Victor viu lá pelas bandas de Minas, o Gabriel (que ganhou a promoção "Seja Doente por um dia") viu aqui em casa e o Estevan a acompanhou de um lugar ainda não identificado.

     

     

    Cenas da chamada da matéria e que não foram incluídas na reportagem: O Clube comemorando o primeiro gol do Jabuca; Estevan mostrando seu valioso ingresso para a câmera; Eu jogando a bola para o gandula, depois de um míssil ter sido lançado na arquibancada; Eu, tirando a foto oficial do Jabaquara na partida.

    A chamada da matéria foi ao ar desde a última quinta-feira, e passou muitas vezes. A partir daí que já tivemos uma idéia do que seria a repercussão, já que muita gente começou a entrar em contato conosco por isso. Mesmo com a certeza que passaria no domingo, conforme já registrado por aqui, resolvemos ir a Campinas da mesma forma.

    Mas nem teve problema, e pela primeira vez nos sentimos como popstars!! Telefonemas de amigos logo depois de que a matéria foi ao ar, abraços calorosos do time do Osvaldo Cruz em Capivari (é... eles nos reconheceram), comoção no meu serviço, ligações de pessoas (que não falava há muuuuuito tempo) de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Goiás, acessos triplicados aqui no JOGOS PERDIDOS (e isso que nem foi citado o blog por lá, hein?)... muito legal mesmo.

    Só queria agradecer tamanha repercussão que a matéria teve, e um obrigado especial à equipe de reportagem. Em especial ao produtor Zidane e ao repórter Fernando Rocha, que conseguiram 'pegar' o espírito da coisa e editaram a matéria de uma forma genial. Aos poucos estamos conseguindo divulgar de uma forma merecida as divisões inferiores do nosso futebol. Já que ninguém faz mais isso, assumimos essa missão e acho que estamos fazendo de uma forma mais do que honrada!

    E por tabela ainda estamos no site do EE, cliquem aqui para ver a página principal do programa e aqui para ver a matéria escrita por lá também.

     1  2

     3  4

     5  6

     7  8

    Na ordem: 1. O Clube dos Doentes se encontrando em um lugar qualquer por aí; 2. A genial idéia de andar com o possante do Emerson na areia da praia, mais mico impossível; 3. Emerson adquirindo seu ingresso, enquanto aparecem os escudinhos das duas equipes; 4. Fernando, com o David ao seu lado, falando coisas geniais. Detalhe que foi a única vez que o nome de alguém apareceu correto na matéria; 5. David Libeskind com L, num feliz momento de lucidez; 6. Fernando tirando a fantástica foto da AA Cubatense posada; 7. Estevan (ou Gabriel...) falando alguma coisa a mais; 8. O Doente por um dia Gabriel, surpreso com tamanha goleada em Santos.

    Valeu mesmo... obrigado a todas as mensagens, e-mails, telefonemas, faxes, cartas e pombos correio que recebemos. E uma menção para todos os que nos acompanham desde o dia 1 de novembro de 2004, quando começamos com a idéia, ainda no BigBlogger... valeu a todos vocês!

    E nessa semana ainda teremos Séries A e B do Brasileiro, Copa FPF e Segunda Divisão... o show não pode parar!!!

    Abraços

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 23h35
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista 2ªdivisão em Campinas e Capivari

    Fala povo!

    Conforme disse no post anterior, ontem tivemos mais uma rodada do Clube dos Doentes. E posso considerar que esse foi um dos ESPECIAIS DO ANO, já que estivemos em Campinas e depois, correndo para poder chegar na hora, em Capivari. Tudo para acompanhar a nossa querida Segunda Divisão do Paulistão.

    Tickets de pedágios, passagens de ônibus, ingressos antigos... tudo para poder incluir mais um time novo na Lista.

    Na sessão matinal estavam eu, o Emerson e o David. Na sessão vespertina só eu e o David continuamos no esquema, já que o Emerson teve que voltar pra capital. Nessa brincadeira perdemos a exibição ao vivo da nossa fantástica reportagem no Esporte Espetacular. (Amanhã tem um post especial com imagens da magnânima matéria).

    Caindo da cama cedinho, fomos até a cidade de Campinas para acompanhar o jogo entre Campinas e Jabaquara, válido pela Segunda Fase da 2ª Divisão. Sempre é o maior prazer acompanhar algum jogo no maravilhoso estádio da Mogiana, atualmente conhecido como CERECAMP. Respirando história, ainda ficamos ao lado da cabine (cabine??) da Rede Vida, que transmitiu o jogo ao vivo...

    Lance no meio de campo ainda no primeiro tempo do jogo. Foto: Fernando Martinez.

    O jogo foi bem sem graça. O Jabaquara ainda começou a partida bem, equilibrando as forças com a equipe de Campinas, mas aos poucos foi perdendo espaço e com isso o Campinas acabou dominando por completo as ações até o final do primeiro tempo. O goleiro Adriano ainda fez duas belíssimas defesas.

    Na segunda etapa a situação foi EXATAMENTE a mesma: Campinas no ataque e Jabaquara se defendendo como podia.

    Pena que aí, aos quarenta minutos eu e o David tivemos que ir embora para poder pegar o ônibus para Capivari, que saía a uma da tarde da rodoviária. Como tinha cantado a bola durante toda a semana, perdemos o gol (merecido) do Campinas, aos 45 minutos. Final de jogo: Campinas 1-0 Jabaquara, e o Jabuca quase eliminado.

    Lance do Segundo tempo do jogo entre Campinas e Jabaquara. Foto: Fernando Martinez.

    Zaga do Campinas afastando o perigo. Foto: Fernando Martinez. [Bonus 110411]

    Bom, aí vamos para a segunda parte... eu e o David fizemos uma agradabilíssima viagem para a cidade de Capivari, para acompanhar o jogo entre Capivariano e Osvaldo Cruz. O time visitante era uma pedra no sapato desse que vos escreve, já que o perdi no ano passado e achei que esse ano a história seria a mesma... ainda bem que eles acabaram se classificando.

    A viagem de Campinas para Capivari é tranqüila, e ainda por cima passamos dentro da cidade de Monte Mor. Cidadezinha mais do que agradável e tranqüila. Mas o fato que merece destaque é que o ônibus passa na frente do estádio do Monte Mor. O Milton já viu esse time, num jogo contra o Parque da Moóca no campo do Vila dos Operários, aqui na capital.

    Entrada da cidade de Capivari/SP. Foto: Fernando Martinez.

    Placa indicando o grande clássico. Acredito que era a única na cidade. Foto: Fernando Martinez.

    Bom, chegando em Capivari e com um calor chatíssimo, andamos por alguns bons minutos numa subida para chegar ao belo estádio Carlos Colnaghi. Já tinha ido lá uma vez, em 2001, numa rodada perdida da Copa SP de Juniores e desde então não tinha mais voltado. O David já tinha ido esse ano para ver o jogo Capivariano x Radium. E, mais uma vez, já chegamos e entramos no campo, para tirarmos as belas fotos dos times posados:

    Capivariano F. C. – Capivari / SP. Foto: Fernando Martinez.

    Osvaldo Cruz F. C. – Osvaldo Cruz / SP. Foto: Fernando Martinez.

    Detalhe para o fato que os jogadores do Osvaldo Cruz nos reconheceram por causa da reportagem no EE! Genial, daqui a pouco estaremos dando autógrafos por aí...(he he!)

    Falando em relação ao jogo, apesar do resultado final, ele foi muito, mas muito bom. Inúmeras chances perdidas dos dois lados, e a cada dez minutos o domínio das ações mudava de lado... esses dois times mostraram bem a que vieram nessa fase e ambos tem boas chances de classificação.

    Bola na trave do Osvaldo Cruz, numa bela chance perdida pela equipe do Capivariano no primeiro tempo. Foto: Fernando Martinez.

    Chegada do time local pela direita. Foto: Fernando Martinez. [Bonus 110411]

    No intervalo aproveitamos e fomos nos abastecer com suquinhos Pitchula, sorvetes naturalíssimos de nata, refrigerantes Xereta e salgadinhos que nem marca tinham. Aqui aproveito e deixo uma dica, faça igual ao Clube dos Doentes, só consuma produtos naturais.

    No segundo tempo a levada do jogo foi a mesma, mas os gols perdidos foram ainda mais absurdos. Pelo menos por duas vezes cada time perdeu gols feitos, para desespero das comissões técnicas, torcidas e até para os repórteres, que ficam torcendo e gritando o jogo todo. Genial!

    Escanteio para o time da casa no segundo tempo de jogo. Foto: Fernando Martinez.

    E ficou assim mesmo, 0 a 0. Mas poderia ter sido um 3 a 3 ou até mesmo um 4 a 4. Resultado final da viagem: 330 km percorridos, 50 pilas gastas, canseira até agora e nenhum gol visto. A volta foi aquela coisa... cansados e exaustos ainda tivemos que fazer o caminho inverso de Capivari até Campinas, e depois voltar num ônibus lotado até SP. Saímos daqui às nove da manhã e chegamos às nove da noite... mas posso garantir que valeu a pena!

    Então é isso, mais um ESPECIAL DO ANO aqui do Clube dos Doentes para vocês... e nesse fim-de-semana ainda teremos mais. E quarta e sexta temos rodadas do Brasileiro séries A e B... fiquem ligados...

    Abraços

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 22h47
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    JP no Esporte Espetacular

    Buenas!

    Ainda curtindo e rindo muito com nosso momento de fama pela aparição na Globo, passo aqui para dar um toque: quem perdeu o Esporte Espetacular ontem e não assistiu o estrelato do Clube dos Doentes, ainda tem um recurso. A matéria está disponível na página do programa Esporte Espetacular no Portal Globo.com. Clique na figura abaixo:

    O único inconveniente é que pra assistir a matéria tem que ser assinante da Globo.com. Se você não é, aproveita pra fazer uma visitinha na casa daquele amigo ou parente que é, e como quem não quer nada peça para ver a matéria (he he!).

    Outro detalhe, várias pessoas me perguntaram porque eu entrei mudo e sai calado na matéria. Já expliquei antes aqui, mas alguns acharam que era brincadeira. Então explico de novo: por questões profissionais, eu não posso dar entrevistas para a Rede Globo, parece até coisa de artista exclusivo, mas o pior é que é verdade.

    Mas para a ESPN Brasil (veja o post do Fernando) eu pude falar à vontade e todos poderão acompanhar mais uma aparição do JOGOS PERDIDOS na telinha. E amanhã o Fernando vai fazer um "post" especial sobre nossa aparição no Esporte Espetacular, apareçam por aqui!

    Abraços!

    Emerson



    Escrito por Algum membro do Clube às 22h44
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista 2ªdivisão: Guaçuano 4-1 Penapolense

    Olá,

    Continuando o acompanhamento "in loco" da Segunda Divisão, fui no último domingo à cidade de MOGI GUAÇU, no estádio ANTONIO AUGUSTO CAMACHO e presenciei o jogo GUAÇUANO 4 - 1 PENAPOLENSE, válido pela segunda rodada da segunda fase.

    Antes de falar do jogo, quero destacar a atenção dispensada ao JP pelo pessoal de Mogi Guaçu, bem como a presença do repórter de campo Marcelo, da Rádio Difusora de Penápolis, que além de me entrevistar, deu uma excelente notícia que é o retorno do Guararapes EC ao futebol profissional já em 2006. Vamos primeiramente com as fotos das equipes:

    C. A. Guaçuano - Mogi Guaçu / SP. Foto: Orlando Lacanna.

    C.A. Penapolense - Penápolis / SP. Foto: Orlando Lacanna.

    Quanto ao jogo, o time da casa teve total domínio e não deu a menor chance ao adversário que só se destacou nos minutos iniciais do primeiro tempo. Aos 20 minutos, o "Mandi" abriu o marcador através de Felipe em bela jogada pela esquerda, que terminou com um tirambaço rasteiro no canto direito do goleiro Luiz XV.

    O Penapolense empatou logo em seguida, aos 21 minutos, através do meia Luciano, que aproveitou um cochilo do miolo de zaga do Guaçuano. Apesar desse gol, o time da casa manteve o domínio e passou à frente no placar aos 30 minutos, com um gol marcado por Marquinhos, em outra jogada pela esquerda, mas dessa vez com uma generosa colaboração da defesa do CAP.

    Lance da partida, vê-se o bom público presente. Foto: Orlando Lacanna.

    No segundo tempo o Penapolense começou jogando mais ofensivamente, mas permitia os contra-ataques do Guaçuano e com isso o jogo ficou melhor e um pouco mais equilibrado. Porém, aos 19 minutos, o meia Luiz Henrique do CAP fez uma besteira provocando sua expulsão, pois pisou na mão de um adversário na "cara" do árbitro, que não teve outra alternativa a não ser mostrar o cartão vermelho.

    Daí em diante o Guaçuano voltou a tomar conta do jogo e marcou mais duas vezes: aos 38 minutos por intermédio de Galinho e aos 43 minutos através de Elton que entrou durante o segundo tempo.

    Lance de ataque do Penapolense. Foto: Orlando Lacanna.

    Final de jogo com resultado justíssimo e que mostrou o Guaçuano como forte candidato à classificação para a terceira fase e o Penapolense precisando melhorar muito, vencer o próximo jogo em casa contra o PSB e torcer por uma combinação de resultados para manter as esperanças de classificação. Individualmente se destacaram o goleiro Novaes, Rodrigo, Gu e Felipe pelo Guaçuano e pelo Penapolense o destaque seria Luiz Henrique mas ele estragou tudo com a expulsão.

     

    Goleiro Novaes do Guaçuano e o repórter Marcelo da Rádio Difusora de Penápolis, ambos muito simpáticos com a equipe do JP. Foto: Orlando Lacanna.

    Encerrando, destaco também o bom público que compareceu ao "CAMACHÃO" (calculo por volta de 2.000 pessoas), além do bom trabalho do árbitro Sr. Marcelo Krochmalnik e seus assistentes.

    No próximo final de semana tem mais SEGUNDA DIVISÃO.

    Abraços,

    Orlando



    Escrito por Algum membro do Clube às 22h07
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Olá!

    Pessoal, como no sábado eu acompanhei sozinho a partida São Bernardo FC 0 x 1 Jacareí, vou estrear por aqui com meu primeiro "post". Infelizmente não fotografei a partida, mas pretendo para breve também poder trazer fotos exclusivas das partidas que eu acompanhar. Segue então um pequeno relato do que foi o jogo:

    As duas equipes pareciam que tinham comido uma saborosa feijoada, tamanha a quantidade de passes errados de ambos. E assim foi transcorrendo todo o primeiro tempo, até acontecer o lance grotesco que originou o único gol do jogo.

    Aos 43 minutos de jogo, o zagueiro central do São Bernardo FC, sozinho na intermediária, foi fazer a virada de jogo e entregou nos pés do atacante do Jacareí. Ele entrou livre na grande área e colocou no canto esquerdo do goleiro sem nenhuma dificuldade.

    No período complementar nada aconteceu além de alguns chutes cruzados por parte dos locais. O goleiro do S.Bernardo não bateu nem tiros de meta durante todo o segundo tempo.

    Abraços!

    Milton



    Escrito por Algum membro do Clube às 19h09
    [] [envie esta mensagem
    ] []





    Paulista 2ªdivisão: Força 1-1 Velo Clube

    Fala povo!!!

    Depois de um final de semana legitimamente vivido como pop star, chego aqui para postar tudo o que rolou no Clube dos Doentes nesses dias. Entrevista com a ESPN, aparição e repercussão monstro no Esporte Espetacular, jogos no interior e um especial do ano... nem preciso dizer que não dormi NADA no sábado e muito menos no domingo... mas vamos aos fatos:

    Nesse primeiro post, vamos com a saga do Clube no sábado de manhã até a cidade de Caieiras, aonde acompanhamos um jogo válido pela segunda rodada da segunda fase do Paulista da Segunda Divisão de 2005. Em campo a equipe do Força contra um time que está entre os preferidos da casa, o Velo Clube de Rio Claro. Junto com a galera do Clube (Fernando, Emerson, David e o licenciado (!) Jurandyr) estava a equipe de reportagem da ESPN Brasil!! Isso mesmo, mais uma aparição fenomenal do JOGOS PERDIDOS acontecerá na sua telinha!!

    Graças ao apoio do Marcelo Duarte conseguimos mais essa boquinha. O mote da reportagem é totalmente diferente da reportagem do Esporte Espetacular: lá a reportagem será baseada nas histórias que temos para contar e no nosso querido blog, que não foi mencionado na Globo. Acreditamos e temos certeza que é mais um passo para que o JOGOS PERDIDOS seja cada vez mais reconhecido como uma boa fonte de informação sobre o nosso futebol 'perdido'.

    Bom, quanto ao jogo, dessa vez o juiz da partida foi o Philipe Lombard, que esteve no jogo entre Jabaquara e São Carlos no último domingo e registramos que mais uma vez ele foi extremamente simpático conosco. Assim como o quarto árbitro, o amigo Rafael Porcari. Já falamos sobre ele aqui, e mais uma vez foi bastante solícito com o JP e agora, munido de nosso cartãozinho, prometeu divulgar mais ainda nosso blog. Um abraços a vocês! E graças a eles, tiramos as fotos oficiais dos times:

    Força EC - São Paulo/SP (mandando em Caieiras/SP). Foto: Fernando Martinez

    AE Velo Clube Rioclarense - Rio Claro/SP. Foto: Fernando Martinez.

    A partida começou atrasada devido a falta de um médico no local. Com vinte minutos de atraso o jogo começou, e durante todo o primeiro tempo não tivemos muitas emoções não. Talvez devido ao insuportável calor que estava fazendo por lá. Nada digno de nota, e com isso aproveitamos a primeira etapa para discutir e conversar sobre o que falaríamos quando eles ligassem a câmera para a gravação. Aí apareceu a luz do licenciado (!) Jurandyr, que mesmo falando que acha TV um saco, foi o que mais enrolou e falou pelos cotovelos...

    Ataque do Força no primeiro tempo da partida. Sem perigo algum. Foto: Fernando Martinez.

    No intervalo, enquanto os gentlemans diretores do Força enchiam o caneco de cerveja, aproveitamos e fomos sabatinados pela produtora Karen, da ESPN. Muitas histórias, ingressos antigos, fotos empoeiradas foram levadas para ilustrar melhor o Clube dos Doentes. Todos falando muito, e com o Jurandyr empolgadíssimo com suas 40 histórias conhecidas sobre a Letônia, Lituânia e Estônia. Ninguém no mundo faz o que esse cidadão já fez pelo futebol.

     

     

    No sentido horário: David, Emerson, Jurandyr e Fernando sendo sabatinados sobre a história do Clube dos Doentes em matéria para o programa Loucos por Futebol, da ESPN Brasil. Fotos: Fernando Martinez e Jurandyr Junior.

    O lance da entrevista rolou por todo o segundo tempo também, e numa brecha e outra vimos um jogo muito mais quente nessa etapa. Três expulsões, pancadaria como há muito tempo eu não via num estádio e dois gols animaram o público presente.

    Primeiro foi o gol de pênalti do Força. Sem nenhuma discussão, o time da casa marcou 1 a 0, e achou que venceria a partida. Ledo engano, pois mesmo com o gol, a equipe do Velo Clube foi melhor e chegou ao empate pouco tempo depois, em uma bola enfiada em profundidade.

    Gol de penal para o Força que marcava um a zero. Foto: Fernando Martinez.

    Depois do gol, o goleiro do Força fez uma asneira de dar uma bicuda no cara que fez o gol para o Velo. Um membro da diretoria na arquibancada começou a reclamar (com toda a razão do mundo) do goleirão por causa da besteira que acabou prejudicando a equipe. Daí começou a zona, pois o goleiro veio até a arquibancada do nosso lado tirar satisfação com o cara. Juntando a breja do jogo todo, a ignorância de alguns presentes e muita vontade de brigar, começou uma pancadaria histórica. Porrada da polícia, gente correndo e pulando alguns muros e cachorrinhos sutis (como pastores e rottweillers) em ação. Genial!

    Mesmo com tudo isso, o jogo acabou mesmo 1 a 1. Resultado ruim para o Força, e não tão ruim assim para o Velo. E fica aqui um abraço a toda equipe da ESPN Brasil pela simpatia e a chance de mais uma aparição na mídia. Em especial à Marcella Novaes, com quem falei durante algumas semanas, à Karen e ao Júlio (Câmera) e o Tiago (auxiliar). Valeu pelo espaço... e quando for passar avisaremos a todos por aqui!

    Depois tem a nossa epopéia de ontem, no ritmo São Paulo-Campinas-Capivari-Campinas-São Paulo... estou cansado até agora.

    Até daqui a pouco

    Fernando



    Escrito por Algum membro do Clube às 13h25
    [] [envie esta mensagem
    ] []



     
      [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]